VIVÊNCIAS

Arte espontânea - (música, dança, teatro, escrita, pintura):

          Arte espontânea - (música, dança, teatro, escrita, pintura):

A partir da compreensão psicodramática da espontaneidade, os participantes são levados a explorar suas possibilidades criativas e únicas para produzir a arte que lhe é própria, que realmente expresse características de seu mundo interno. Além de promover o senso estético, o trabalho também desperta a condição criativa inerente a todos os seres humanos e que vai se enrijecendo ao longo do tempo, trazendo sensações de limitações e transtornos emocionais de diversas ordens. Assim, o artista espontâneo torna-se “si mesmo”, capaz de fazer escolhas por caminhos mais saudáveis do existir.

Vivências psicodramáticas e sociodramáticas:

Vivências psicodramáticas e sociodramáticas:          

O ser humano é um ser grupal. Necessita de trocas com outras pessoas e com o ambiente para não só subsistir, mas principalmente, para se tornar o melhor de si. As vivências psicodramáticas (em que o foco é o indivíduo no grupo) e sociodramáticas (em que o foco é o “socius”, ou seja, as relações entre os indivíduos) visam a interação entre as pessoas em troca e aprendizagem coletiva tendo como fundamento o psicodrama.

          Vivência com o Palco de papéis:

Vivência com o Palco de papéis:

Encontro individual com o Instrumento Psicodramático – Palco de Papéis, onde o participante a partir do Psicodrama refletirá a respeito de uma situação ou conflito que vivencia.

SOBRE NÓS

A ideia do Celeiro Espaço Do Ser
é abrir portas para seu crescimento
como ser que habita este universo.
Em algum lugar você se encontra aqui.